ANP nega preços abusivos do GLP

0 149

Fonte: Energia Hoje

Agência afirmou que aumento visto nas últimas semanas é 14% maior em relação ao mesmo período no ano passado

Por

A ANP negou, na quarta-feira (22/4), que os preços do botijão de gás de cozinha (GLP) tenham sofrido aumentos expressivos nas últimas seis semanas devido à pandemia da Covid-19, que teria levado à escassez do produto em algumas regiões e provocado um aumento significativo dos preços, segundo algumas entidades.

A agência afirma que o aumento do preço do botijão de 13 kg ficou na faixa de 14% desde o início de março até o momento, em comparação com o mesmo período no ano passado. A análise é feita por uma empresa contratada pela ANP em 459 municípios do país.

A alegação de supostos preços abusivos do GLP foi feita pela deputada federal Paula Belmonte (Cidadania-DF) e pelo Procon-SP, que inclusive chegou a firmar um acordo com o Sindicato das Empresas Representantes de GLP da Capital e dos Municípios da Grande São Paulo (Sergás) para colocar um teto no preço do botijão de gás de cozinha em R$ 70.

Segundo as entidades, houve um aumento de 70% a 120% no preço do GLP, que estaria sendo vendido por, no mínimo, R$ 100, assim que as medidas de isolamento social se tornaram mais restritivas no país.

O Procon-SP atenta, ainda, para a destroca de botijões, que seria mais um empecilho para o consumidor, uma vez que as distribuidoras de GLP somente podem “encher” botijões que apresentem sua marca comercial no recipiente.

“Esse entrave burocrático tem permitido que revendedores clandestinos e oportunistas explorem a situação de oferta e procura desequilibrada do botijão de gás para impor preços abusivos à sociedade”, diz o documento do Procon-SP enviado à ANP.

A ANP reiterou que, assim como os preços dos outros derivados de petróleo, “cabe ao agente econômico estabelecer suas margens de comercialização e seus preços de venda, em um cenário de livre concorrência”.

No momento, a média de preço do GLP no país é de R$ 69,96/13 kg, segundo os dados mais recentes da ANP, coletados entre 12 a 18 de abril deste ano. Veja abaixo a média, por região, do preço do botijão de gás de cozinha no país.

Leave A Reply

Your email address will not be published.